Religiosidade

Medalha Milagrosa

Sempre tive devoção em Nossa Senhora das Graças, mas no dia 28 de abril de 2012 tudo veio a se confirmar. Depois de um dia de encontro e espiritualidade pela empresa onde trabalho, cheguei em casa e notei na cerca a cima da caixa de correio um correspondência presa no vão da cerca, fui até lá e notei que era algo diferente um envelope metálico resistente a água, então rapidamente abri e vi que era algo que me agradou muito, era uma medalha milagrosa. O acontecimento me deixo intrigado como é que naquela fase tão conturbada da minha vida Nossa Senhora sabia que eu estava precisando de sua visita? Então relutei e em pensamento disse: “Ai meu Deus, estou sem as chaves de casa para entrar. Nossa Senhora poderia então me ajudar neste momento!”, passei por uma porta e estava fechada, passei por outra e também estava fechada, então quando passei a mão na janela ao lado da segunda porta, ela fez um click e se abriu. No momento estremeci por inteiro e imediatamente pensei: “Muito obrigado minha Nossa Senhora e me perdoe por ter duvidado de ti!”, neste momento fui tomado por uma emoção tão grande que entendi que realmente era Nossa Senhora das Graças que estava em minha casa e junto comigo! Então resolvi abrir essa página em meu site para divulgar a medalha milagrosa. Que todos um dia possam ter a sua medalha para simbolizar as graças infinitas recebidas de Nossa Senhora.

Recebi a medalha e a novena da Associação Católica Nossa Senhora de Fátima!

http://www.acnsf.org.br/article/7609/A-Medalha-Milagrosa.html

Em nome do Padre Lourenço Isidoro Ferronatto

http://www.acnsf.org.br/article/7620/Quem-e-o-Padre-Lourenco-Ferronatto-.html

——————————-

E a frase já dizia:

“Todas as pessoas que usarem a Medalha receberão grandes graças, trazendo-a ao pescoço”.

“As graças serão abundantes para as pessoas que a usarem com confiança”.

Estas foram as palavras de Nossa Senhora numa aparição a Santa Catarina Labouré, em 27 de novembro de 1830. E, a partir daí, milhões de pessoas no mundo inteiro passaram a receber graças através da Medalha Milagrosa.

Na morte da Santa, em 1876, a tiragem mundial da Medalha já ultrapassava um milhão de exemplares. Inúmeras conversões, curas e proteções extraordinárias, lhe conferiram rapidamente a sua fama de “Medalha Milagrosa”.

 

Os significados da Medalha

A frente da Medalha

medalha_frente

A Santíssima Virgem de pé sobre o globo terrestre: isso significa que Ela, além de ser Nossa Mãe do Céu, é também a Rainha da Terra e de todo o Universo.

Ela esmaga sob seus pés uma serpente que representa o demônio, que tenta continuamente os homens com o intuito de levá-los para o inferno.

Nossa Senhora tem um poder incomparavelmente maior que o do demônio. Ela protege todos os filhos que lhe pedem com confiança.

De Seus dedos saem raios de luz. Estes raios representam as graças que a Santíssima Virgem concede aos que se devotam a Ela. Perguntada por Santa Catarina por que de alguns dedos não saíam raios, Ela respondeu que desejava conceder mais graças, porém os homens não Lhe pediam.

A data de 1830 marca o ano das aparições de Nossa Senhora nas quais Ela revelou a Medalha a Santa Catarina Labouré. Foi no final da tarde do dia 27 de novembro.

Em volta da Medalha lê-se a frase: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós”. Nossa Senhora mandou colocar na Medalha esta curta oração para que ela fosse repetida com frequência.

 

O verso da Medalha

medalha_verso

O grande “M” tendo sobre si uma cruz, é a inicial do nome de Maria. A cruz é a Cruz de Jesus, que morreu por nós. Aos pés da Cruz encontra-se Maria que sofre e nos anima em união completa com Jesus.

Em volta da Medalha estão desenhadas doze estrelas: é a coroa da Santíssima Virgem. Como Rainha do Céu e da Terra, Nossa Senhora tem uma coroa de doze estrelas que representam seu poder sobre toda a Criação. Tudo o que Ela pede a Deus, Ela obtém. Lado a lado, estão o Coração de Jesus e o Coração de Maria. Duas pequenas chamas indicam que eles queimam de amor por nós.

À esquerda, o Coração de Jesus está envolto por uma coroa de espinhos e tem uma chaga aberta que sangra. São nossos pecados e nossas más ações que O fazem sofrer: para redimir nossos pecados Ele foi coroado de espinhos. Ele morreu na Cruz e Seu Coração foi transpassado por uma lança.

À direita, o Coração de Maria está atravessado por uma espada que representa toda a dor que Ela sentiu durante a Paixão de Seu Filho por nós. Ela ofereceu esses sofrimentos em união aos de Jesus para que nós nos salvemos e possamos ir ao Céu.

Fonte: http://oratoriodamedalhamilagrosa.org.br/home/